Mortos não contam estórias

Eu estava andando lentamente pelas ruas, já passavam das três da madrugada quando finalmente decidi sair daquela maldita festa de Halloween , parecia que todos se divertiam exceto eu. Decidi sair de lá e agora estava indo para casa sozinha, mas senti que estava sendo observada. Eu já tinha escutado diversos boatos, mas não passavam disso: boatos. Muitos diziam que aquela que morreu iria voltar e se vingaria de todos que a trataram mal. As más línguas diziam que ela vendeu a própria alma ao diabo para conseguir sua vingança, mas eu realmente não acreditava nisso. Ela só era uma zé ninguém, ela fazia por merecer todos os apelidinhos maldosos, quem em sã consciência iria gostar de ler livros tão estranhos? Os livros de química e física avançada haviam sido substituídos por livros com figuras distorcidas e macabras, seres estranhos ilustravam boa parte daqueles livros. Devo admitir que fiquei um pouco mal por saber de seu suicídio. Confesso que eu mesma já havia pregado algumas boas peças naquela esquisita, mas achei que não iria chegar tão longe. Enfim, isso não é mais da minha conta e além do mais essa estorinha de fantasminha nunca me assustou... Pelo menos até agora.

Eu já estava chegando ao meu destino, iria cortar caminho por um beco mal iluminado cheio de entulho, lixo e coisas do tipo. Estava deserto mas essa maldita cidade não é tão perigosa. Pra falar a verdade, nunca aconteceu nada de especial aqui, talvez seja por isso que essa estória ainda esteja rendendo depois de tanto tempo. Aquela sensação estava mais forte, mas eu já estava perto de casa. Comecei a escutar passos atrás de mim, mas não havia ninguém. Ótimo. Agora estou imaginando coisas. Ouvi alguém sussurrar meu nome, mas que diabos estava acontecendo comigo?

-Você está com medo? - Ouvi alguém dizer, apertei os meus passos. Eu deveria estar um pouco alta, apenas isso. Tudo bem, tenho que admitir! Saber que um dos garotos que viviam implicando com a zé ninguém morreu me deixou um pouco preocupada, ele era uma das pessoas que mais zoavam a esquisita, e até hoje não acharam nenhum suspeito, mas eu realmente acho que as pessoas estavam se precipitando em ligar o suposto 'pacto' da zé ninguém com a morte daquele cara, muitas pessoas que a zoavam sumiram misteriosamente. Eu acho que todos eram umas bestas, é bem provável que só tenham mudado de cidade, zoar a zé ninguém era o único meio de entretenimento que nós tínhamos. E bem... nem isso temos agora.

-Eu sei que você está com medo! - Olhei mais uma vez pra trás e não havia ninguém, isso estava começando a me assustar! -Seja lá quem for, isso não tem graça! - Gritei , mas eu estava sozinha naquele beco. Eu realmente estava ficando louca!

-Vamos, admita, você está com medo! Agora você sabe o que é estar sozinha, não é mesmo? Imagine o que é gritar e ninguém te ouvir! Agonizar e não ter ajuda! Você lembra? Lembra de todas as vezes que você me trancou naquele maldito vestiário, afastado de tudo e de todos por pura diversão? - Eu estava gelada, desde quando esse beco era tão grande? Eu iria esbofetear o imbecil que estava pregando aquela peça em mim. Olhei pra trás e só vi uma menina, parecia a zé ninguém. Mas aquilo era impossível, ela não estava morta? Comecei a correr, mas estupidamente tropecei em meus próprios pés, quando finalmente consegui me ajoelhar, me deparei com ela. Ela estava diante de mim, sua expressão era macabra, tinha um sorriso estranho, ela parecia chorar sangue, suas mãos estavam manchadas de sangue, sangue que parecia sair de seus pulsos. O único som que eu conseguia ouvir eram as batidas aceleradas do meu coração. Eu mal tinha forças para olhar em seus olhos, mas quando o resto de coragem que eu tinha resolveu aparecer, e por fim olhei em seus olhos ... aquela foi a última visão, pois foi naquela noite em que eu morri.




Vamos fingir que hoje ainda é dia 31 de outubro , okay? Pois bem, escrevi esse conto para servir de 'roteiro', a intenção era gravar um vídeo usando esse conto como base mas não funfou . Enfim, peço desculpa por ter demorado a postar, mas comecei a trabalhar (em breve vou fazer um post sobre isso)

Esse post iria ser publicado de um jeito ou de outro, mas assim que vi o Projeto coletivo Halloween, proposto pela Thamy, uma das integrantes do grupo Blogs Rock N' Roll , me senti mais motivada a postar. A proposta resumidamente é: Cada uma escolhe um tema, referente a data e faz um post .

As meninas capricharam bastante, visite o blog de cada uma e confira  :O meu não incrivel mundo  A Guria de Moletom ~ Do Meu Lado da Lua ~ Senhorita Estelar ~ Primordial Breath ~ Swellet Pitt ~ Heavy Metal Girl ~ Mädchen Rosenrot ~ A Careta do Panda ~ Café e Reticências ~ Zombie Effect ~ Rock com Luxo ~ Blog Caveira Maquiada ~ Tary Belmont ~ Cowgirls from Hell ~ Lilith Style and Beauty


17 comentários:

  1. Ficou maneiro *O* que venham mais posts com trechos de capítulos até o livro todo estar aqui e você lançar uma mega versão remasterizada com tudo completo pro pessoal ler e te indicar pra outros e então você ficar conhecida mundialmente e participar de vários eventos literários sobre a literatura escrita literalmente com seus livros *O*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMFG . Tá profetizando? POKSPODGKPSODKGPS literatura literária é ♥

      Excluir
  2. Que saudade que eu estava das suas postagens. Seja bem vinda de volta! Xoxo' <3
    Não sou uma It | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu estava com saudades de escrever o/ Muito obrigada Lilly <3

      Excluir
  3. Oi moça!!! Eu adorei seu blog, adorei mesmo, passei por algumas páginas e achei o conteúdo bem diferente e interessante! Só não gosto muito desse ar de terror hahahahah, depois que fiquei mais velha, fiquei medrosa, olha só! Hahahahhaha!
    Vi que você visitou meu blog, o www.memoriasdeumaguerreira.blogspot.com e falou que já conhecia o instrumento que postei, essa semana postarei outros instrumentos exoticos dos países europeus, então se quiser me visitar novamente eu ficaria muito grata! Estou seguindo seu blog, novamente digo, adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha gostado do meu blog, eu nem acho que meu blog tem uma pegada de terror, mas minhas inspirações são o mestre Burton e o gênio Poe. Não poderia fazer algo mais comum tendo esses grandes mestres como inspiração né? *u*

      Excluir
  4. Não preciso comentar o quanto amei, seria perfeito se contasse o inicio da historia, como era a Zé ninguém, quem eram os outro que a zoavam e o motivo dela ser o único alvo. E logico a historia sobre a morte da mesma, contada por ela.
    Te adoro amiga.
    Ale ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou fazer uma continuação em breve Alê o/

      Excluir
  5. Nass que conto dhr, quem será que escreveu essa obra? Quando cê achar essa pessoa cê fala que uma onee-chan (acho que é assim que escreve :v) adorou :v
    Ficou demais \o/ Definitivamente merece uma continuação *u* Não sei se eu já disse, mas cê escreve muito bem, o medo da garota, a forma como ela contava o que aconteceu ficou super bem feita! Quero ler mais contos seus, e quando tu lançar seu livro de Terror, o da Azure, e o das Folizices (vulgo Putz, Vanessa), eu vendo meu olho mas serei a primeira a comprar <3
    Esse trecho "Eu acho que todos eram umas bestas," ficou muito Folie, adorei, mesmo, ehunamksd
    ━━━━━━━ •✺• Like a Rock Like a Roll •✺• ━━━━━━━

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é menina , quem foi? OKDSPOKGPODKP Eu vou continuar em breve, vou ver se mostro outros pontos de vista ; Yaah, pode repetir enquanto cê achar que é verdade <3
      Tu vai estar na lista vip! Eu lembrei um pouco de tu quando fui revisar OPKDPOGKPSOD

      Excluir
  6. Muito bom esse conto, bem criativo. Parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Uau, adoro esses contos de terror, mesmo que deem um pouco de medo! adorei o post!
    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Deu aquele friozinho na espinha. Ainda bem que o Halloween já foi, se não, não sairia de casa!! HAHAHA
    Teve uma vez, na minha juventude, em que eu estava passando em frente de um cemitério a noite, e de repente a luz acabou!! Pensei que iria morrer naquele dia!

    www.verdadeirahistoria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maaaaaaaaaaaaaan?! qissu,? Eu iria ter um troço. Acho alguns cemitérios lindos, arquitetura gótica é um troço maravilhoso. Mas morro de medo de cemitério a noite D:

      Excluir
  9. Mano, caguei aqui velho! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Eu to lendo isso 2 horas da manha, ce é loko haushuahsuh! Quase cai aqui vey com a foto. ~xorano~

    Amei teu blog cara. Sinceramente, um dos melhores dos que eu visitei até agora. ♥
    Beijos!

    MΛDESSY - http://madessy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OPKSPDOGKSPDOGKPSODKGPOSKP foi essa a intenção :v imagina o estrago que faria as três da madruga? Q
      E o teu? PQP mulé que coisa mar linda teu blog é <3 ♥

      Excluir
  10. Adorei o conto!! *--*
    Sou muito fã de historias e contos assim, você tem muito talento, parabéns Vanessa!!
    Estou adorando seu blog!! É otimo!!

    Beijos,
    Ariane
    http://thelivedoll.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Sempre deixe o link do seu blog, assim posso retribuir a visita. E clique na opção "Notifique-me" para saber a resposta do seu comentário.